ASN MT Atualização
Compartilhe

Educação empreendedora nas escolas forma profissionais qualificados para o mercado de trabalho

Sebrae/MT ressalta importância da educação empreendedora durante evento de capacitação "Trilhando o Futuro: Um novo jeito de fazer educação" da Seduc
Por Assessoria de Imprensa do Sebrae/MT
ASN MT Atualização
Compartilhe

O evento de capacitação “Trilhando o Futuro: Um novo jeito de fazer educação”, realizado pela Secretaria de Educação do Estado (Seduc-MT) em parceria com o Sebrae/MT (Serviço de Apoio à Micros e Pequenas Empresas em Mato Grosso), reuniu mais de quatro mil agentes da educação, nesta terça-feira (30.01), no Centro de Eventos do Pantanal (CEP). Além de participar de palestras e oficinas de formação, o público teve a oportunidade de conhecer melhor as ações voltadas para educação empreendedora, metodologia fundamental no desenvolvimento de atitudes e mentalidade empreendedora dos alunos.

“Este é um momento especial, pois juntos compartilhamos a responsabilidade de inspirar e assegurar que os princípios educacionais se tornem efetivos para nossos professores e transformadores para os estudantes. O Sebrae Mato Grosso dedica-se intensamente à educação transformadora, pois compreendemos que não há caminho para o desenvolvimento de uma sociedade justa, economicamente próspera e ambientalmente sustentável, sem o fortalecimento do sistema educacional”, destacou Lélia Brun, diretora Superintendente do Sebrae/MT.

Em 2023, o Sebrae/MT percorreu mais de 134 municípios de Mato Grosso com capacitações e apresentações de metodologias presentes no Programa Nacional de Educação Empreendedora (PNEE), iniciativa criada pelo Sebrae Nacional há mais de dez anos.

“Dentre as competências fundamentais para uma gestão escolar eficaz estão o planejamento coletivo, a aprendizagem por meio da experiência, a criatividade para enfrentar cenários incertos, o trabalho em rede e, especialmente, a motivação e perseverança para promover a transformação”, detalhou Lélia Brun.

Para Nadine Moreira, secretária adjunta de Gestão Educacional da Seduc, aprendizagens como as que constam no PNEE são essenciais para a formação de profissionais. “Para o nosso mercado de trabalho ter um ensino médio integral, que já traz o técnico profissionalizante, prepara esses estudantes para vida. Então a formação empreendedora dentro da escola é mais um projeto que trabalha em na formação e só vem a fortalecer o currículo escolar e toda essa proposta de educação das escolas que adotam”, observa.

Com foco em fortalecer os agentes envolvidos nestas ações (educadores), o Sebrae em parceria com instituições de renome, realiza a ‘2º edição do ‘Prêmio Educador Transformados’, que premia os projetos de educação mais inovadores de todo país. Inscrições e mais informações sobre o concurso AQUI.

Habilidades

Em Mato Grosso, o programa Jovens Empreendedores Primeiros Passos (JEPP) – uma das metodologias do PNEE – é adotado em 25 municípios do Estado, por 78 escolas. O método é direcionado para alunos do ensino fundamental e aplicada em parceria com as secretarias de educação municipais e estadual de Mato Grosso. Ao todo, quase 16 mil estudantes e 5 mil professores foram impactados pela ação.

Sandro Rossi, gerente de Desenvolvimento Territorial do Sebrae/MT, explica que um dos propósitos da educação empreendedora é desenvolver pessoas com competências múltiplas e prontas para alcançarem seus objetivos de vida.

“Nós trabalhamos os comportamentos empreendedores. Então o objetivo do Sebrae/MT não é formar o jovem para que ele necessariamente abra uma empresa, mas para que ele tenha uma noção do que é empreendedorismo e ter a capacidade de aplicar isso no dia a dia, seja ele no mercado de trabalho ou no ambiente de negócios”, observa Sandro.

Ainda de acordo com o gerente, a educação empreendedora tem o objetivo de transformar. “Para isso, nós precisamos do professor, pra que ele entenda que o Sebrae não está ali para falar de abertura de empresas, mas de apoio de formação. Então, levamos temas como robótica, sustentabilidade, inteligência artificial, saúde mental do professor, por exemplo. Nós olhamos para o professor como o nosso principal elo que vai fazer essa conexão entre o Sebrae, educação empreendedora e aluno”, finaliza.

O evento de capacitação “Trilhando o Futuro: Um novo jeito de fazer educação”, segue até quarta-feira (31.01), das 8h30 às 18h, no Centro de Eventos do Pantanal (CEP). O encontro faz parte da Semana Pedagógica, que antecede a volta às aulas nas 647 escolas da rede estadual, prevista para o dia 05 de fevereiro.